Sign up with your email address to be the first to know about new products, VIP offers, blog features & more.

A luta e o luto

Posted on

Então…

Vou de preto hoje – e não abro discussão.

Capote preto.

Está um tanto gasto, mas é o único que tenho.

Tá frio pra dedéu.

Se o tempo melhorar (tomara!), improviso uma camiseta.

Espero que me entendam.

Dou total e pleno apoio ao movimento deste 7 de setembro. De luto e de luta.

Os estudantes estão à frente e se mobilizam pela Amazônia e pela Educação.

Alguém há de dizer que ‘não resolve muito’.

Que pela minha idade e cousa e lousa e mariposa, eu deveria ignorar.

Mesmo assim, assino e dou fé.

Marca presença.

Faz barulho

O que é bom também.

Digo mais.

Se o bem aventurado dia chegar que este país escape ao Charco da Submissão em que se encontra, acreditem: será por iniciativa e ação dessa moçada que esbraveja e sonha com a construção de um Brasil de todos os brasileiros.

Ademais, lembro Pessoa:

“Tudo vale a pena

Se a alma não é pequena

Que pergunta, mermão?

Também não concordo em nada com as maldades e o descalabro desse governo fanfarrão e retrógrado.

Faço coro ao que diz meu amigo, o Poeta, sempre que se embrenha numa dessas discussões estéreis e sem fim:

“Respeite que eu sou um humanista, cidadão. E um cidadão humanista.”

Aproveito a deixa para resgatar – e postar – o samba “Pelas Tabelas”, de Chico Buarque. Que é sensacional.

Faz referência à mobilização pelas Diretas Já, de 1984.

Sabiam que muito antes de os súditos do Bolsoquistão (expressão criada pelo jornalista Bob Fernandes) baterem panela e vestirem amarelo, eram essas as marcas das manifestações pelo fim da ditadura?

Pois agora sabem.

Não, não creio que seja apropriação indébita.

Vejo mais como falta de originalidade mesmo.

Uma mistura de marketing e má-fé.

… 

Voltemos ao samba.

É bem divertido.

Transtornado pelo amor que se foi, o herói da melodia de Chico parece (fazer questão de) não entender nada do que está acontecendo ao seu redor.

Qualquer semelhança é mera coincidência.

Confira!

signature

Ainda nenhum comentário.

O que você acha?

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *