Sign up with your email address to be the first to know about new products, VIP offers, blog features & more.

É hoje o dia…

Posted on

A partir das 14 horas, professores, estudantes, e trabalhadores da área da Educação se reúnem em São Paulo no vão livre do Masp  (Avenida Paulista) para manifestações contra o Governo Bolsonaro, a anunciada Reforma da Previdência e os cortes das verbas públicas para as universidades federais, a pesquisa científica e os investimentos no ensino básico.

Desde a manhã, a mobilização “Greve pela Educação” acontece em todas as capitais e nas principais cidades do país.

No jornal El País, a reportagem diz que a mobilização por Educação confronta  bolsonaristas nas redes e vai testar força nas ruas.

E destaca:

“Movimentação no Twitter contra cortes de verba supera a da Previdência e lidera contra-ataque à difamação no WhatsApp. Governo sofre derrota e ministro terá de falar a deputados nesta quarta.”

Leia AQUI!

O sociólogo César Callegari faz o alerta na revista Carta Capital:

“O enfraquecimento do setor visa a privatização e faz parte da guerra ideológica travada pelo presidente.”

Leia AQUI!

Para o educador português José Pacheco, idealizador da Escola da Ponte e crítico das escolhas presidenciais para o MEC, “a Educação não é para amadores”.

Leia AQUI!

“O homem não é nada além daquilo que a Educação faz dele.” – Kant.

Acreditar que uma Nação se consolida com vilanias, armas e tiros é apostar no retrocesso, no obscurantismo, no caos social – eu mesmo.

Tenha a Educação como a semente do amanhã.

Canta Gonzaguinha:

 

signature
1 Response
  • clarice falasca
    15, maio, 2019

    Meu caro, o.amadorismo e vilania próspera. Sinto vergonha. Mas o pior é que ainda encontramos apoiadores desta vergonha. só por Deus

O que você acha?

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *