Sign up with your email address to be the first to know about new products, VIP offers, blog features & more.

"O flagelo do Brasil é a miséria"

I.

“No século 19, o grande flagelo ético do Brasil era a escravatura. Hoje, o grande flagelo ético do Brasil é a miséria.Não estou falando nem de pobreza. Um País com milhões de miseráveis é uma droga”.

II.

“Há um processo pelo qual muito está sendo decidido por eles (o Judiciário, as profissões correlatas, a Procuradoria Geral da República). É preocupante porque em um Estado Democrático, eles devem ter um papel subsidiário. Não essencial”.

III.

“A direita tem avançado em boa parte por causa da pouca disposição da esquerda em fazer o enfrentamento de ideia. E isso não se faz postando no Facebook fotos de Hugo Chaves de manhã noite”.

“A pessoa tem que conquistar quem discorda dela ou está indeciso. Não tem que ficar reforçando a própria turma. Hoje, na política brasileira, tucano fala para tucano, petista fala para petista. Ninguém convence ninguém”.

“Com isso, se destrói um dos elementos básicos da política, que é a persuasão”.

IV.

“A sensação é que a presidente se isolou muito, que ela não conversa com gente de peso.”

V.

“O PT teria que perceber que toda a inclusão social foi transformada em um grande projeto de consumo. Não se tornou um projeto ético”.

** Trechos da entrevista do filósofo Renato Janine Ribeiro à Revista Brasileiros, de março deste ano. Uma análise crítica e contundente do momento político brasileiro. Vale a pena conferir a íntegra do depoimento. Dias depois da publicação da revista, Janine foi convidado e assumiu o Ministério da Educação.

signature