Sign up with your email address to be the first to know about new products, VIP offers, blog features & more.

Sobre pimenta, humores e calores

O Blog também tem seu dia de almanaque, das antigas.

Vejam que bela curiosidade:

Sabiam que, na antiga Roma, a pimenta foi considerada como a mais valiosa das especiarias pela sua grande resistência, pois não se deteriorava mesmo com o passar de muitos anos. Atualmente, a pimenta continua sendo um dos
condimentos mais consumidos em todo o mundo.

Anualmente, mais de 2,5 toneladas são consumidas.

(***)

Recolhi os supimpas dizeres no encarte de uma revista de uma dessas companhias de aviação – não lembro qual.
Como estava voando de férias, resolvi registrar em breves anotações as tão preciosas informações para usá-las em um futuro texto, fosse aqui no Blog, fosse em outro trabalho qualquer.

Meus amáveis e raros leitores sabem bem como é?

Quando a gente volta das férias, leva certo tempo para se atualizar como as cousas e lousas do noticiário. O Tico e o Teco não dialogam e, por vezes, quase sempre, mínguam os assuntos.

Entonces, é sempre bom ter uma reservinha esperta.

Sei que falar de pimentas e outras ardências não está exatamente na pauta dos assuntos do dia.

Mas, no mínimo, dá para se cogitar que, o consumo anual das 2,5 toneladas pode ser um das causas que o Planeta anda tão mal humorado.

O que é que é, caríssimo leitor? Se o bafo desta turma tem a ver com esse calorzão danado que nos aflige?

Aí é melhor perguntar para a moça do tempo.

Adianto também que o condimento não é uma das substâncias que a Aline coloca nas comidinhas e bebidinhas do Dr. César para cegá-lo.

É certo que a pimenta e mulheres como a safadinha da Aline, quando usadas em exagero, podem fazer os olhos do cabrão arder de tanto chorar, além de óbvias outras ardências.

signature