Sign up with your email address to be the first to know about new products, VIP offers, blog features & more.

As mulheres que vieram da Galileia

E as mulheres que vieram da  Galileia com Jesus prepararam, naquele sábado, aromas e bálsamos. Para no primeiro dia da semana, o domingo, acompanhar José, o de Arimateia, até o sepulcro onde viram ser ali depositado o corpo do Filho de Deus.

Queriam lavá-lo e perfumá-lo. Mais do que uma reverência, uma última homenagem, seria um ato de fé,  de que seus ensinamentos permaneceriam vivos entre todos.

(…)

Surpreenderam-se, no entanto, ao chegar diante do sepulcro..

Acharam removida a pedra da entrada.

Entraram mesmo assim e, logo, constataram não mais estar ali o corpo de Jesus.

José, o de Arimateia, entrou depois.

E todos ficaram sem saber o que pensar.

Restavam, ali, apenas as faixas de linhos que cobriram o corpo do profeta morto.

(…)

Foi quando dois seres resplandecentes lhes apareceram.

Espantaram-se, todos.

Baixaram os olhos para o chão quando ouviram a pergunta, feita por um deles:

“Por que buscai entre os mortos Aquele que está vivo?”

(…)

Diante da falta de resposta, prosseguiu o Anjo:

“Não está aqui, mas ressuscitou. Lembrai-vos do que ele vos disse quando ainda vagavam pela Galileia: o Filho do homem deve ser entregue aos pecadores e crucificado, mas ressuscitará no terceiro dia.”

José de Arimateia permaneceu em silêncio. Em oração.

Mas, Maria Madalena, Joana, Maria, mãe de Tiago, e as outras se lembraram das santas palavras.

E, no mesmo instante, correram contar a boa nova aos apóstolos…

(…)

Feliz Páscoa!

*Inspirado no Evangelho de São Lucas

*(foto: arquivo pessoal)
signature

Ainda nenhum comentário.

O que você acha?

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *