Sign up with your email address to be the first to know about new products, VIP offers, blog features & more.

Um Morogate pra chamar de nosso

Posted on

Então…

Adaptemos o verso de Drummond para pós-modernizar o necessário post de hoje?

“E agora, José?”

Mas, a pergunta poderia ser endereçada ao Sérgio, ao Dallagnol, ao STF, aos representantes da mídia invertebrada, aos paneleiros, amarelões e afins…

Talvez fosse bem real perguntarmos a nós mesmos:

Como explicar que a Lava Jato não lavou, só esparramou?

Mais prudente, por enquanto, é repetir o espanto dos habitantes de Metropolis (cidade fictícia das aventuras e desventuras de Superman, o original):

– É um pássaro?

– É um avião?

Não, meus caros, é o site The Intercept Brasil que vazou mensagens trocadas entre o então juiz Sérgio Moro (hoje contemplado com o Ministério da Justiça) e os membros da força-tarefa da Lava Jato, atuando como parte interessadíssima na prisão do ex-presidente Luis Inácio Lula da Silva.

Algo assim como “manda quem pode, obedece quem tem juízo.”

Algo assim, como a estilhaçar qualquer código de ética, rasgar nossa já violentada Constituição e mandar às favas qualquer princípio de isonomia do cargo e da função.

A Lei? Ora a lei…

Este humilde Blog sempre defendeu que Lula é um preso político. Que sua açodada condenação é parte contínua do Golpe para evitar a candidatura em 2018. Que, desde então, o país vive um período de exceção.

Quem tiver olhos de ver que veja, ouvidos de ouvir que ouça…

*The Intercept Brasil

*El País

*Reinaldo Azevedo

*Tales Faria

*Forum

*Época

*Fernando Morais

Enfim – e por fim…

Temos um Morogate para chamar de nosso.

Termino com a frase de Muniz Sodré, pinçada no livro A Verdade Seduzida (Editora Francisco Alves, 1983):

“Nenhuma dissimulação consegue ser completamente dissimuladora.”

Na TV Afiada, de Paulo Henrique Amorim:

Atualizado às 16h09

signature

Ainda nenhum comentário.

O que você acha?

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *